Últimos dias para inscrição no Curso Livre Teatro do Oprimido no campo dos Direitos Humanos


 

Inscreva-se para o Curso Livre:
Clique aqui

 

O Instituto DH convida a todas, todos e todes para o Curso Livre “O Teatro do Oprimido no campo dos Direitos Humanos”.

O curso tem como proposta desenvolver a metodologia do Teatro do Oprimido junto às pessoas, jovens e adultas, interessadas em abordagens criativas acerca dos Direitos Humanos. Adotaremos os conceitos desenvolvidos por Augusto Boal, o criador desta metodologia, que é composta por um arsenal de técnicas que promovem tanto o aprendizado voltados para o teatro político e politizador bem como a democratização de uma linguagem artística de cunho popular. De modo especial vamos tratar do conceito de opressão e verificar os desdobramentos criativos oriundos dele.      

OBJETIVO

Desenvolver atividades voltadas para o Teatro do Oprimido capacitando os participantes para a prática desta metodologia especialmente do Teatro Fórum em comunidades diversas.

METODOLOGIA

Os encontros terão caráter prático-teórico. O arsenal de técnicas do Teatro do Oprimido será o eixo condutor dos trabalhos.

PÚBLICO PARA A PARTICIPAÇÃO

Pessoas a partir dos 16 anos

  • Educadores;
  • Operadores dos Direitos Humanos;
  • Militantes ou participantes de movimentos sociais;
  • Grupos sociais de luta (LGBT, grupos étnicos, mulheres, refugiados e outros);
  • Artistas populares profissionais e não profissionais.

DATAS

O curso acontecerá em 4 encontros, totalizando uma carga-horária total de 18 horas, conforme discriminado a seguir:

1º Encontro: 29/06/2018 - sexta-feira - 19h às 22h;

2º Encontro: 30/06/2018 - sábado - 09h às 12h30;

3º Encontro: 06/07/2018 - sexta-feira - 19h às 22h;

4º Encontro: 07/07/2018 - sábado - 09 às 17h30.

Todas as pessoas inscritas no curso ganharão o livro 'Teatro do Oprimido na Educação de Jovens e Adultos", cuja a autoria é de Dimir Viana.

MINISTRANTE

Dimir Viana é ator, pedagogo e músico popular. Teve sua formação teatral na Escola de Formação de atores do Palácio das Artes em Belo Horizonte. Concluiu a graduação em Teatro na Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais e em Pedagogia na mesma instituição. É Mestre em educação pela FAE/UFMG como bolsista da Ford Fellowship Program. Estudou História de Teatro Oriental e História da Dança e do Mimo na Università Degli Studi di Bologna (Itália). Como educador social desenvolve projetos teatrais em movimentos sociais voltados para os direitos das crianças e adolescentes, para os direitos de Catadores de materiais recicláveis e população em situação de rua. Formou-se como multiplicador de Teatro do Oprimido (método político criado pelo brasileiro Augusto Boal) junto ao Centro de Teatro do Oprimido do Rio de Janeiro. É autor do livro Teatro do Oprimido na Educação de Jovens e Adultos (Ed. Appris). Atua efetivamente como artista e educador popular em comunidades tradicionais rurais e urbanas. Atualmente é doutorando em educação é integrante do LABORARTE (Laboratório de Estudos sobre Artes, Corpo e Educação) – Grupo de pesquisa da UNICAMP (Universidade de Campinas/ São Paulo).

Facebook